Categorias
Hiperidrose

Tratamento para hiperidrose

Hoje em dia já existem algumas formas especiais de tratamento para hiperidrose na axilas ou em ouras partes do corpo.

O termo hiperidrose se refere à transpiração exagerada no corpo, o que é oposto a anidrose. Para manter as funções vitais do organismo (circulação, respiração e digestão) a energia dos nutrientes deve ser convertida. Isso cria calor.

Esse calor de combustão é emitido em parte pela radiação, mas, em principal, pela transpiração, essencial para a sobrevivência no contexto da termorregulação.

Porém, suor excessivo requer o uso de alguma solução prática para evitar incômodos como as marcas de pizza na camisa, por exemplo. Felizmente o mercado já oferece algumas opções de tratamento para hiperidrose.

Por que algumas pessoas suam mais do que outras?

A quantidade de suor produzida depende não apenas da temperatura externa e atividade física, mas também de fatores emocionais. Ansiedade, dor e excitação sexual aumentam a transpiração excessiva. O hormônio de controle é a adrenalina.

O suor fresco é inodoro. O cheiro característico provém de bactérias da pele que podem se multiplicar num ambiente quente e úmido como as axilas.

Diferentes tipos de bactérias da pele e a excreção de produtos de decomposição hormonal explicam o porquê de homens ou mulheres suarem com um cheiro diferente.

Principais formas de tratamento para hiperidrose

As seguintes medidas podem ser consideradas para tratar a hiperidrose nas axilas, mãos e solas dos pés:

  • Banhos constantes alternados de água fria e quente;
  • Chá de sálvia 3 vezes ao dia;
  • Mudança na alimentação da dieta;
  • Usar antiperspirante Drymax;
  • Evitar álcool, nicotina e café;
  • Redução de peso corporal;
  • Diminuição do estresse psicológico;
  • Uso de roupas absorventes com fibras naturais;
  • Utilização de medicamentos;
  • Injeção de botox;
  • Tratamento para hiperidrose cirúrgico.

Como o suor é produzido no corpo humano?

Suor é gerado nas glândulas sudoríparas. Há 2 tipos:

  • Apócrinas: Se desenvolvem apenas durante a puberdade nas axilas, na área genital e no rosto .
  • Écrinas: Há quase 4 milhões distribuídas pelo corpo geradas desde o nascimento.

Principais tipos de hiperidrose

Uma das principais hiperidroses é a local, na qual há aumento da transpiração apenas em determinadas áreas como pés, mãos e axilas. Também existe hiperidrose generalizada decorrente na metade ou no corpo inteiro.

A hiperidrose (suor excessivo) pode ser primária ou secundária. No primeiro caso o aumento da transpiração ocorre sem uma causa explícita. Ao segundo existe evolução da transpiração como sintoma associado à presença de doença subjacente

Uma forma especial de hiperidrose com um odor forte é a bromidrose .

Diferentes níveis de intensidade

Ao avaliar o melhor tratamento para hiperidrose é preciso levar em consideração que as transições entre a transpiração normal e aumentada são distintas a cada indivíduo.

A expressão individual e o nível de sofrimento às vezes são muito diferentes. A hiperidrose pode se expressar discreta através de uma sensação de umidade desagradável ou via sudorese excessiva “úmida” com manchas nas roupas.